> Busca por Tema > Teoria Pedagógica




Imprimir
Questão:1. Qual é a MISSÃO da escola que será construída?
Link:MISSÃO?
Resposta:A abordagem pedagógica Cognitivista tem como MISSÃO conduzir o processo de ensino e aprendizagem de maneira que o aluno "aprenda a aprender".
Referência1:TAYLOR, A. P. Linking architecture and education: sustainable design for learning environments. Albuquerque: University of New Mexico Press, 2009. 472p.
Referência2:MORALES, A. de P.; DELAI, J. M.; OLIVEIRA, W. G.de. A construção das concepções de homem nas teorias pedagógicas de Dermeval Saviani. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO PESQUISA E GESTÃO, 5, 2013. Ponta Grossa. Educação inclusiva: desafios e possib - Disponivel em http://www.isapg.com.br/2013/ciepg/selecionados.php - Acessado em 24/04/2013
Questão:3. Quais são os objetivos de manter a IDENTIDADE do aluno em ambientes com grande número de estudantes?
Link:IDENTIDADE?
Resposta:A abordagem cognitivista respeita a IDENTIDADE de cada aluno, pois acompanha o desenvolvimento da criança, adequando a educação à evolução do aluno e valorizando princípios como a cooperação, o auto-governo e a atividade espontânea.
Referência1:GADOTTI, M. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Editora Atica, 1993.
Referência2:MIZUKAMI, M. DA G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1986.
Referência3:SANTOS, R. V. dos. Abordagens do processo de ensino e aprendizagem. Integração, n. 40o, p. 19–31, Jan./Fev./Mai.2005a. - Disponivel em http://www.campusbreves.ufpa.br/ARQUIVOS/FACLETRAS/SANDRAJOB/abordagens_processo_ensinoaprendizagem.pdf - Acessado em 20/03/2011
Referência4:LAWSON, B. The Language of Space. Oxford: Architectural Press, 2001.
Questão:4. Quais são os objetivos de preservar a PRIVACIDADE do aluno e/ou de incentivar a INTEGRAÇÃO entre os estudantes?
Link:PRIVACIDADE?
Resposta:Em sala de aula predomina o trabalho em equipe, com grupos de alunos democraticamente constituídos. O propósito é promover a INTEGRAÇÃO, socialização, o compartilhamento da informação, ideias, responsabilidades e decisões, assim como superar o egocentrismo.
Referência1:GIFFORD, R. Environmental psychology: principles and practice. 2ed . Boston: Allyn & Bacon, 1997.
Referência2:MIZUKAMI, M. DA G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1986.
Referência3:SAVIANI, D. As concepções Pedagógicas na História da Educação Brasileira. Revista Histedbr. Campinas. p. 1–38, 2005. - Disponivel em http://www.histedbr.fe.unicamp.br/navegando/artigos_pdf/Dermeval_Saviani_artigo.pdf - Acessado em 12/05/2014
Referência4:SANTOS, R. V. dos. Abordagens do processo de ensino e aprendizagem. Integração, n. 40o, p. 19–31, Jan./Fev./Mai.2005a. - Disponivel em http://www.campusbreves.ufpa.br/ARQUIVOS/FACLETRAS/SANDRAJOB/abordagens_processo_ensinoaprendizagem.pdf - Acessado em 20/03/2011
Referência5:SAGER, F. O significado do espaço físico da Escola Infantil: uma abordagem das representações sociais do lugar. 2002. 139f. Tese (Doutorado em Psicologia). Instituto de Psicologia. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre. - Disponivel em http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/3079 - Acessado em 20/03/2014
Questão:5. Qual é a HIERARQUIA de valores da escola?
Link:HIERARQUIA DE VALORES?
Resposta:A HIERARQUIA de valores da abordagem Cognitivista se organiza da seguinte maneira: 1. Tem o aluno como elemento central no processo de ensino e aprendizagem. 2. Enfatiza o processo de aquisição do saber, ou seja, o método pedagógico adquire um papel importante , tornando-se mais significativo do que o resultado final. A importância do método pedagógico levou a generalização do lema "aprender a aprender".
Referência1:TAYLOR, A. P. Linking architecture and education: sustainable design for learning environments. Albuquerque: University of New Mexico Press, 2009. 472p.
Referência2:MORALES, A. de P.; DELAI, J. M.; OLIVEIRA, W. G.de. A construção das concepções de homem nas teorias pedagógicas de Dermeval Saviani. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO PESQUISA E GESTÃO, 5, 2013. Ponta Grossa. Educação inclusiva: desafios e possib - Disponivel em http://www.isapg.com.br/2013/ciepg/selecionados.php - Acessado em 24/04/2013
Referência3:SAVIANI, D. As concepções Pedagógicas na História da Educação Brasileira. Revista Histedbr. Campinas. p. 1–38, 2005. - Disponivel em http://www.histedbr.fe.unicamp.br/navegando/artigos_pdf/Dermeval_Saviani_artigo.pdf - Acessado em 12/05/2014
Referência4:SILVA, E. L. DA; GIORDANI, E. M.; MENITTI, C. R. As tendências Pedagógicas e a utilização dos materiais didáticos no processo de ensino e aprendizagem. Histedbr, p. 1–22, 2009. - Disponivel em http://www.histedbr.fe.unicamp.br/acer_histedbr/seminario/seminario8/_files/qMP2rpp.pdf - Acessado em 20/07/2014
Questão:6. Quais são os objetivos das ATIVIDADES PRIORITÁRIAS e o nível de qualidade delas?
Link:PRIORIDADES?
Resposta:Entre as ATIVIDADES PRIORITÁRIAS da abordagem Cognitivista estão: pesquisa e o jogo. A pesquisa científica tem a intenção de proporcionar novas descobertas ou a solução de problemas apresentados. O jogo é destinado a desenvolver a socialização e a afetividade.
Referência1:MIZUKAMI, M. DA G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1986.
Referência2:SAVIANI, D. As concepções Pedagógicas na História da Educação Brasileira. Revista Histedbr. Campinas. p. 1–38, 2005. - Disponivel em http://www.histedbr.fe.unicamp.br/navegando/artigos_pdf/Dermeval_Saviani_artigo.pdf - Acessado em 12/05/2014
Referência3:SANTOS, R. V. dos. Abordagens do processo de ensino e aprendizagem. Integração, n. 40o, p. 19–31, Jan./Fev./Mai.2005a. - Disponivel em http://www.campusbreves.ufpa.br/ARQUIVOS/FACLETRAS/SANDRAJOB/abordagens_processo_ensinoaprendizagem.pdf - Acessado em 20/03/2011
Questão:8. Quais são os objetivos da CIRCULAÇÃO de alunos, professores e objetos no espaço físico?
Link:CIRCULAÇÃO?
Resposta:O ambiente de aprendizagem deve proporcionar condições para que o aluno aprenda por si próprio, oferecendo total liberdade de ação e desafios ao estudante, promovendo desequilíbrios e favorecendo a motivação intrínseca do estudante. Dentro desse contexto, a CIRCULAÇÃO dos ambientes de aprendizagem e dos espaços externos deve ser projetada para proporcionar ao aluno tais condições.
Referência1:MIZUKAMI, M. DA G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1986.
Referência2:SANTOS, R. V. dos. Abordagens do processo de ensino e aprendizagem. Integração, n. 40o, p. 19–31, Jan./Fev./Mai.2005a. - Disponivel em http://www.campusbreves.ufpa.br/ARQUIVOS/FACLETRAS/SANDRAJOB/abordagens_processo_ensinoaprendizagem.pdf - Acessado em 20/03/2011
Questão:8. Quais são os objetivos da CIRCULAÇÃO de alunos, professores e objetos no espaço físico?
Link:CIRCULAÇÃO?
Resposta:Para a abordagem construtivista, a aprendizagem é originária das relações sociais que dão suporte a construção do conhecimento e ao desenvolvimento do ser humano.Dessa forma, os ambientes de aprendizagem e a CIRCULAÇÃO entre os mesmos devem ser ordenados para estimular as relações sociais.
Referência1:LOCH, M. do V. P. Convergência entre Acessibilidade Espacial Escolar, Pedagogia Construtivista e Escola Inclusiva. 2007. 244f. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção). Faculdade de Engenharia de Produção. UFSC. Florianópolis. - Disponivel em https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/90601/242897.pdf?sequence=1 - Acessado em 25/03/2014
Questão:10. Quais são os objetivos de promover ENCONTROS planejados ou eventuais entre alunos e estes e os professores?
Resposta:Considerado o centro do processo educativo, o educando torna-se autor de sua própria experiência e como sujeito ativo deve compreender e trabalhar os conteúdos de maneira crítica. Assim, o ENCONTRO entre professor e aluno em sala de aula tem como objetivo despertar no aluno uma postura crítica em seu aprendizado, ou seja, espera-se que o aluno observe, experimente, compare, relacione, analise, componha, levante hipóteses, argumente.
Referência1:GADOTTI, M. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Editora Atica, 1993.
Referência2:MIZUKAMI, M. DA G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1986.
Referência3:SANTOS, R. V. dos. Abordagens do processo de ensino e aprendizagem. Integração, n. 40o, p. 19–31, Jan./Fev./Mai.2005a. - Disponivel em http://www.campusbreves.ufpa.br/ARQUIVOS/FACLETRAS/SANDRAJOB/abordagens_processo_ensinoaprendizagem.pdf - Acessado em 20/03/2011
Questão:12. Quais são as implicações de um objetivo para que resulte na EFICIÊNCIA FUNCIONAL do edifício escolar?
Link:EFICIÊNCIA FUNCIONAL?
Resposta:A EFICIÊNCIA FUNCIONAL do edifício escolar cognitivista está na sua capacidade de proporcionar total liberdade de ação ao aluno. A liberdade de pensar e questionar, estimulado pelo professor, tem como objetivo encorajar a visão democrática, participação e compartilhamento de experiências. Dentro desse contexto, o espaço de aprendizagem deve "funcionar" como um microcosmo da democracia.
Referência1:TAYLOR, A. P. Linking architecture and education: sustainable design for learning environments. Albuquerque: University of New Mexico Press, 2009. 472p.
Questão:13. Quais são os objetivos relacionados às RELAÇÕES PRIORITÁRIAS (pessoas, atividades e relações)?
Resposta:RELAÇÕES PRIORITÁRIAS 1. Aluno e professor, com o objetivo de despertar no aluno a sua independência, autonomia e o autocontrole. 2. Atividades como pesquisa, solução de problema, jogo, estudo do meio social e cultural tem como objetivo ensinar o aluno "aprender a aprender".
Referência1:SAVIANI, D. As concepções Pedagógicas na História da Educação Brasileira. Revista Histedbr. Campinas. p. 1–38, 2005. - Disponivel em http://www.histedbr.fe.unicamp.br/navegando/artigos_pdf/Dermeval_Saviani_artigo.pdf - Acessado em 12/05/2014
Referência2:TAYLOR, A. P. Linking architecture and education: sustainable design for learning environments. Albuquerque: University of New Mexico Press, 2009. 472p.
Referência3:MIZUKAMI, M. DA G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1986.
Referência4:SANTOS, R. V. dos. Abordagens do processo de ensino e aprendizagem. Integração, n. 40o, p. 19–31, Jan./Fev./Mai.2005a. - Disponivel em http://www.campusbreves.ufpa.br/ARQUIVOS/FACLETRAS/SANDRAJOB/abordagens_processo_ensinoaprendizagem.pdf - Acessado em 20/03/2011
Questão:22. Quais são os objetivos relacionados à promoção da INDIVIDUALIDADE do usuário no ambiente escolar?
Resposta:A abordagem Cognitivista promove a INDIVIDUALIDADE ao oferecer ao aluno um ambiente que permite a liberdade de ação e desafios ao aluno. O objetivo é que o aluno construa seu próprio conhecimento ao longo do tempo de acordo com seus interesses e sua capacidade.
Referência1:LOYENS, S. M. M.; GIJBELS, D. Understanding the effects of constructivist learning environments: introducing a multi-directional approach. Instructional Science, v. 36, n. 5-6, p. 351–357, 2008. - Disponivel em http://link.springer.com/article/10.1007%2Fs11251-008-9059-4 - Acessado em 30/05/2013
Referência2:SEBARROJA, J. C.; MURAD, F.; DA SILVA, V. B. M. Pedagogias do século XX. Tradução Fátima Murad. Porto Alegre: Artmed, 2003. 160p.
Referência3:VASCONCELOS, C.; PRAIA, J. F.; ALMEIDA, L. S. Teorias de Aprendizagem e o Ensino/Aprendizagem das Ciências: da Instrução à Aprendizagem. Psicologia Escolar e Educacional, v. 7, n. 1, p. 11–19, jun. 2003. - Disponivel em http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-85572003000100002&script=sci_arttext - Acessado em 20/03/2013
Questão:23. Quais são os objetivos da CIRCULAÇÃO de pessoas e veículos para que proporcione aos usuários boa orientação, senso de direção e fácil localização da entrada?
Resposta:O ambiente de aprendizagem da abordagem Cognitivista de ser planejado para que incorpore qualidades como: adaptabilidade, transformação, flexibilidade, múltiplos usos, variedade, universalidade, bem como uma CIRCULAÇÃO que dê fácil acesso para diferentes espaços e mobiliários. O objetivo é promover a motivação intrínseca e a liberdade de ação do estudante.
Referência1:TAYLOR, A. P. Linking architecture and education: sustainable design for learning environments. Albuquerque: University of New Mexico Press, 2009. 472p.
Questão:24. Qual deve ser a IMAGEM da instituição escolar a ser projetada?
Resposta:A IMAGEM da instituição escolar cognitivista deve ser pautada na noção de democracia, uma vez que, a sala de aula pode ser considerada um microcosmo da democracia em ação.
Referência1:TAYLOR, A. P. Linking architecture and education: sustainable design for learning environments. Albuquerque: University of New Mexico Press, 2009. 472p.
Referência2:MIZUKAMI, M. DA G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1986.
Questão:33. Quais são os objetivos de se projetar um edifício escolar SUSTENTÁVEL?
Resposta:Ambientes de aprendizagem que dão suporte ao cognitivismo devem estar conectados ao mundo real, aplicando estratégias de aprendizagem temáticas e encorajando a criança a ser responsável pelo seu próprio aprendizado. Uma escola SUSTENTÁVEL proporciona ao aluno um ambiente de aprendizagem que pode ser explorado para compreensão de processos tal qual um laboratório.
Referência1:TAYLOR, A. P. Linking architecture and education: sustainable design for learning environments. Albuquerque: University of New Mexico Press, 2009. 472p.
Questão:35. Qual a opinião do cliente quanto a ser ESTÁTICA ou DINÂMICA tal qual uma instituição social ou funcional?
Resposta:Em uma escola cognitivista deve-se proporcionar ao aluno o desenvolvimento de suas possibilidades de ação motora, verbal e mental, de forma que possa, posteriormente, intervir no processo sócio-cultural e inovar na sociedade. Para cumprir tal tarefa, predominam atividades como pesquisa e jogos que podem ser consideradas atividades DINÂMICAS, acomodadas em espaços conversíveis apropriados para mudar de função.
Referência1:MIZUKAMI, M. DA G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1986.
Questão:43. Quais são as CARACTERÍSTICAS físicas, sociais e emocionais e intelectuais dos estudantes a serem atendidos?
Resposta:Com relação as CARACTERÍSTICAS intelectuais a teoria de Piaget, o cognitivismo, define quatro estágios de desenvolvimento da inteligência da criança: 1. A fase senso motora (0-3 anos) - caracterizada pelo pensamento egocêntrico e pela indistinção entre o sujeito e as coisas, pela ausência de causalidade e ignorância do futuro. Nesta fase, a criança começa a colher as primeiras e elementares relações formais entre as coisas. 2. A fase intuitiva (3 - 7 anos) - a criança distingui entre si e o mundo, embora dê ao mundo explicações animalistas, bem como pensa de modo egocêntrico, sem reconhecer os outros. 3. A fase operatório concreta (7 - 11 anos) - o pensamento interage com as coisas, supera o egocentrismo e a linguagem se dispõe ao reconhecimento de regras e de relações formais entre as coisas. 4. A fase hipotético dedutiva (11 - 14 anos) - o pensamento se faz adulto, fixa o valor do símbolo e se torna abstrato, definindo as relações formais que regulam a atividade do próprio pensamento e o tornam capaz de elaborar hipóteses e de proceder por via dedutiva.
Referência1:CAMBI, F. História da pedagogia. São Paulo: Fundação Editora da Unesp, 1999.
Referência2:POWELL, K. C.; KALINA, C. J. COGNITIVE AND SOCIAL CONSTRUCTIVISM: DEVELOPING TOOLS FOR AN EFFECTIVE CLASSROOM. v. 130, n. 2, p. 241–250, 2009. - Disponivel em http://search.proquest.com/openview/4104a728f3f4a3ec594553ef871dbd54/1?pq-origsite=gscholar - Acessado em 16/02/2015
Questão:44. Quais são as características da COMUNIDADE escolar envolvida?
Resposta:A COMUNIDADE escolar coloca o aluno no centro do processo de ensino e o professor tem o papel de facilitar o aprendizado da criança. Dentro desse contexto, o trabalho compartilhado ou em grupo, que é visto como uma forma de cooperação e desenvolvimento, ganha destaque no aprendizado do aluno, pois: 1. Ao confrontar e coordenar os pontos de vista, ajuda o aluno a avançar no conhecimento e crescer moralmente. 2. Ajuda a superar o egocentrismo. No entanto, o trabalho em grupo deve ser autêntico, afim de que proporcione avanço na construção do conhecimento tanto para os alunos menos avançados como para os adiantados. Em outras palavras, o grupo de trabalho deve ser formado espontaneamente e não existir relações de subordinação.
Referência1:MIZUKAMI, M. DA G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1986.
Referência2:SEBARROJA, J. C.; MURAD, F.; DA SILVA, V. B. M. Pedagogias do século XX. Tradução Fátima Murad. Porto Alegre: Artmed, 2003. 160p.
Questão:45. Como pode ser entendida a ESTRUTURA ORGANIZACIONAL da instituição escolar?
Resposta:Na ESTRUTURA ORGANIZACIONAL da abordagem cognitivista o aluno é o elemento central dentro do processo de ensino e aprendizagem. Ao professor cabe criar situações que propicie ao aluno condições onde possa estabelecer reciprocidade intelectual e cooperação tanto moral como intelectual. Assim, o professor deve conviver com os alunos, observando seus comportamentos, conversando com eles, perguntando, realizando experiências, como também sendo interrogado pelos estudantes. O objetivo é auxiliar na sua aprendizagem e desenvolvimento. Jamais o docente deve oferecer soluções prontas. O aluno, por sua vez, deve ser tratado de acordo com as características estruturais próprias de sua fase evolutiva e o ensino, precisa ser adaptado ao desenvolvimento mental e social.
Link:Gráfico da Estrutura Organizacional
Referência1:MIZUKAMI, M. DA G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1986.
Questão:49. Quais são os padrões de COMPORTAMENTO observados nos usuários?
Resposta:O processo de ensino e aprendizagem da abordagem Cognitivista busca despertar no aluno um COMPORTAMENTO ativo frente ao seu processo de ensino e aprendizagem. Dentro desse contexto, o professor apresenta novas ideias e "ferramentas" culturais aos estudantes, encoraja e guia cada um dos alunos a tomar consciência do problema a ser resolvido. Tudo isso é feito através de discussões com os estudantes sobre ideias, opções e varias possibilidades de resolução dos problemas propostos. Na perspectiva cognitivista, os aprendizes são considerados como organismos ativos que estão em busca de significados. Eles tentam extrair significados de suas percepções, representações e interpretações."
Referência1:LIPPMAN, P. C. Evidence-based design of elementary and secondary schools. Hoboken, N.J: J. Wiley, 2010.
Questão:75. Quais são as ATIVIDADES EXISTENTES e as MUDANÇAS PROVÁVEIS?.
Resposta:As atividades pedagógicas predominantes são pesquisa, resolução de problemas, estudo do meio social e cultural, bem como jogos. Por causa das atividades vinculadas a pesquisa e resolução de problemas, a possibilidade de MUDANÇAS deve ser considerado.
Referência1:SANTOS, R. V. dos. Abordagens do processo de ensino e aprendizagem. Integração, n. 40o, p. 19–31, Jan./Fev./Mai.2005a. - Disponivel em http://www.campusbreves.ufpa.br/ARQUIVOS/FACLETRAS/SANDRAJOB/abordagens_processo_ensinoaprendizagem.pdf - Acessado em 20/03/2011
Referência2:MIZUKAMI, M. DA G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1986.
Referência3:TAYLOR, A. P. Linking architecture and education: sustainable design for learning environments. Albuquerque: University of New Mexico Press, 2009. 472p.
Questão:81. Existe a necessidade de INTEGRAÇÃO OU PRIVACIDADE (audiovisual) entre as atividades pedagógicas? Em caso de privacidade, o grau de isolamento deve ser mínimo ou máximo?.
Resposta:Na abordagem Cognitivista a predominância do ensino baseado na pesquisa e do trabalho em grupo, traz a necessidade de espaços que estimulem a INTEGRAÇÃO dos alunos. Para ver o gráfico INTEGRAÇÃO E/OU SEPARAÇÃO da atividade, acesse o link abaixo.
Link:ATIVIDADES: INTEGRAÇÃO E/OU SEPRAÇÃO.
Referência1:TAYLOR, A. P. Linking architecture and education: sustainable design for learning environments. Albuquerque: University of New Mexico Press, 2009. 472p.
Questão:82. Qual é a PRIORIDADE dos conceitos que surgiram? Quais são os mais valorizados e os que afetam o tamanho, a qualidade e as posições relativas?
Resposta:1. Hierarquia - O aluno se torna o centro do processo educativo e autor de sua própria experiência educativa. 2. Atividade - O jogo e a pesquisa científica são atividades de destaque. 3. Comportamento - O estudante deve ser um sujeito ativo, compreendendo e trabalhando os conteúdos de maneira crítica. Para ver o gráfico das PRIORIDADES, acesse o link abaixo.
Link:PRIORIDADES
Referência1:GADOTTI, M. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Editora Atica, 1993.
Referência2:MIZUKAMI, M. DA G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1986.
Referência3:SANTOS, R. V. dos. Abordagens do processo de ensino e aprendizagem. Integração, n. 40o, p. 19–31, Jan./Fev./Mai.2005a. - Disponivel em http://www.campusbreves.ufpa.br/ARQUIVOS/FACLETRAS/SANDRAJOB/abordagens_processo_ensinoaprendizagem.pdf - Acessado em 20/03/2011
Questão:83. Como expressar os SÍMBOLOS DE AUTORIDADE a partir da relação conceito de hierarquia e seus objetivos?
Resposta:A liberdade de pensar e questionar encoraja a visão democrática, a participação e o compartilhamento de experiências. A sala de aula é um microcosmo da democracia. Para ver o gráfico do SÍMBOLO DE AUTORIDADE, acesse o link abaixo.
Link:SÍMBOLO DE AUTORIDADE
Referência1:TAYLOR, A. P. Linking architecture and education: sustainable design for learning environments. Albuquerque: University of New Mexico Press, 2009. 472p.
Questão:132. Quais são as necessidades únicas de DESEMPENHO para satisfazer as NECESSIDADES pessoais e populares do cliente e usuário?
Resposta:Ao ter como objetivo que o aluno "aprenda a aprender", busca-se a liberdade de escolha em todos momentos, para que o aluno desenvolva a sua autonomia. Dessa forma, é importante que o ambiente ofereça essa possibilidade ao aluno. Para tanto, é de extrema importância que o ambiente de aprendizagem seja flexível.
Imprimir