Conceitos da Psicologia Ambiental

LOGO4

Psicologia Ambiental e a Arquitetura Escolar

O espaço físico exerce influência sob seus usuários através da linguagem não verbal que é utilizada para indicar valores, estilo de vida, controlar a proximidade de outros ou promover aglomerações, demonstrar dominação ou submissão, bem como status social. Dessa maneira, o meio físico  atua de modo não verbal provocando impacto direto e simbólico sobre seus ocupantes, facilitando e/ou inibindo comportamentos.

Portanto, considerando-se que a Psicologia Ambiental abrange fenômenos psicológicos e variáveis ambientais, torna-se imprescindível contar com a colaboração dessa área do conhecimento para o projeto do espaço físico. Informações sobre a relação ambiente e indivíduo podem enriquecer o Programa Arquitetônico e, evidentemente, resultar em espaços escolares com mais qualidade.

ELALI, G. O ambiente da escola: discussão sobre a relação escola-escola em educação infantil. Estudos de Psicologia, v.2, n.8, p.309 – 319, 2003.

GÜNTHER, H. Mobilidade e affordance como cerne dos Estudos Pessoa-Ambiente. Estudos de Psicologia, v. 8, n. 2, p. 273–280, 2003.

.HORAYANGKURA, V. Incorporating Environment-Behavior Knowledge into the Design Process: An Elusive Challenge for Architects in the 21st Century. Social and Behavioral Sciences, v. 50, p. 30–41, 2012.

Conceitos da Psicologia Ambiental

Densidade

DENSIDADEHUMANA

Espaço Pessoal

espacopessoal

Senso de Identidade

Identidade

Arranjos Sociopetal e Sociofugal

layout

Privacidade

privacidade

Território e Personalização

personalizacao2